Geral

O barulho do fim do ano

data 16/12/2016
O barulho do fim do ano

A queima de fogos de artifício é comum durante as festas de final de ano, apesar de ser um espetáculo visual, o barulho provocado é um problema para os animais, principalmente cães. O som dos fogos desencadeia medo e ansiedade nos bichinhos.

De acordo com o zootecnista e especialista em comportamento animal, Renato Zanetti, a explosão pode remeter a um sinal de perigo e por isso, muitas vezes, a reação dos animais é correr. Para que os cães não acabem se machucando ou se perdendo, o profissional listou algumas dicas para acalmá-lo e protegê-lo dos fogos de artifício:

1 – Deixe o ambiente mais seguro, retirando objetos que possam cair sobre o cão ou que ele possa destruí-los e se machucar. Também deixe janelas e portões de acesso à rua fechados, para evitar eventuais fugas;

2 – Aumente a identificação de seu bichinho, caso ele fuja por conta da fobia. As coleiras com o nome do cão e o telefone para contato são recomendadas;

3 – Deixe seu cão em um ambiente que tenha cheiros familiares. Facilite também o acesso do cão aos locais onde ele já costuma dormir. Caso não seja possível, permita o acesso aos locais mais seguros e aconchegantes;

4 – Abrace seu cachorro, ele se sentirá mais seguro e acolhido. Assim como para os humanos, o abraço e o contato corporal relaxa e tira a tensão;

5 – Em casos extremos de fobia, procure um profissional comportamental, pois quanto maior o nível de estresse de seu cachorro, menor é seu nível de aprendizado, e somente o profissional, nesses casos, pode avaliar qual a melhor solução para seu cão passar por essa fase estressante;

6 – Treine seu cachorro de forma preventiva. A idade ideal para treinar o cachorro  é até três meses de idade, quando o cão ainda está no período de socialização, no entanto, nem todas as pessoas possuem conhecimento da importância desse adestramento. Nesses casos, procure um adestrador profissional, que poderá contribuir positivamente com a situação;

7 – Converse com sua comunidade sobre os malefícios que os fogos de artifício causam ao bem-estar dos cãezinhos e outros animais;

Fonte: O Povo Online